26 de jul de 2014

Carta para Helena

Helena, querida! Sinto em ter que ser eu a lhe trazer à dura realidade, mas já não era sem tempo que alguém lhe dissesse coisas que você deveria saber já que se julga tão inteligente...srsrsr
Você não é uma fruta madura que está no ponto de ser colhida, na verdade nunca foi e nunca será!Aliás se voce fosse uma fruta, seria uma jaca, seu cheiro enche a boca d'agua, é grande, estranha mas parece muito suculenta. Porém é fragmentada em muitos gomos, não é fruta pra uma única pessoa comer, e....bastam alguns gomos para que se torne enjoativa! E veja só, conheces alguém que diz que jaca é sua fruta preferida????
Aceite Helena, voce passou a vida toda esperando esse amor, esse homem e ele não virá  nem hoje nem nunca e se algum dia existiu com certeza o deixou passar.
Você é o tipo de mulher que os homens desejam, por uma noite, por um tempo, apenas isso e nada mais.Não és a mulher que querem para desfilar ao seu lado, e sinto em te informar que conforme sua idade for aumentando isso irá piora um bocado, afinal a pouca beleza que tens irá aos se extinguir dia após dia de seu rosto.
Você pode até parecer ter classe, mas não tem...fala alto, ri alto, gesticula demais, fala palavrão, está mais para melhor amigo do cara do que a mulher dos sonhos
Não percebes que nada adianta ser uma mulher tão liberal, nada adianta enlouquece-los entre 4 paredes, isso não lhe dá nenhuma vantagem além de ser usada por eles?!?
Tenho pena de voce e estou ensaiando a vida toda para lhe dizer isso, é que toda vez que tento te falar voce vem choramingar no meu colo suas dores e toda sua espera....
Hora hora! Levante-se a vá cuidar de sua vida profissional já que a amorosa é este verdadeiro fracasso!
Você não nasceu para ser amada por  homem nenhum e sim para ser consumida, e olha aproveite isso enquanto podes, porque depois virá a fase que nem te consumir eles ão de querer mais!
Sabe aquele cara fantástico que conheceu um tempo atrásque te deixou hipnotizada? Então ele preferiu uma garotinha de 19 anos à voce, e aquele outro quem voce ficou olhando dormir e pensando como a ex-mulher dele pode abrir mão de tal homem...então ele também não  ficou com voce, aaah se lembra também daquele cara que era casado que voce por aaanos se sujeitou a ser amante e que no final ele largou a mulher por outra amante???
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Desculpe as risadas, fofa! Mas é hilário como voce não se dá conta no seu total fracasso enquanto mulher
Veja só , voce se sujeitou a um pseudo casamento por medo , pra se esconder numa concha, por medo de não encontrar esse amor que tanto procuras, E vou te dizer, deveria ter continuado, pois só assim continuaria a ter pelo menos uma companhia ao seu lado.
Veja bem, vou te contar....sim eles preferem se casar com uma mulher que transe com eles uma vez por mes e que não tolerem invenções, sim eles preferem as mulheres que estão loucas pra ir pra cama na primeiro encontro mas fingem que não querem para manter uma reputação de moça de familia, siiiim eles gostam das mulheres que mentem sobre sua sua experiencia sexual e sua quantidade de parceiros, sim eles preferem as mulheres que não pegam no pesado e não trocam nem uma lâmpada, eles acham feminino isso e delicado....enfim tudo aquilo que voce acha absurdo numa mulher é exatamente o que os levam a levarem-nas ao altar.
E desde que o mundo é mundo as mulheres são divididas apenas em duas categorias, as pra casar e as pra se divertir e voce é de fato o segundo caso.
E voce parece mesmo burra e ainda mesmo depois de ter jurado se mete novamente em situações iguais a do passado !
Filial não vira matriz...não no seu caso porque pra isso é preciso muito mais do que você é capaz de dar e ser....
Ai voce se apega à lembrança daquele homem que esteve longe de ser o que voce sonhou mas foi o máximo que voce teve de alguem que amou, e se põe a chorar e a pensar até quando....
Pois eu te digo....até sempre, sua espera não terá fim
Ah! Sabe esse papinho que eles lançam para voce que te acham boa demais, bem resolvida, a mulher certa na hora errada? Então é tudo mentira, é só uma forma que os homens usam hoje em dia pra cair fora sem destruir por completo a auto-estima de uma mulher.
Pronto...toda verdade lhe foi dita e como voce mesma diz antes a dor a pior verdade que o prazer da melhor mentira!
Eu fiz minha parte, agora é a sua vez!





25 de jul de 2014

No ponto...

A comparação entre as mulheres com as frutas é algo que vem de antes desse disparate ridículo de mulher morango, mulher melão, mulher não sei o que...
Já cantava Alceu Valença em 1985 “...da manga rosa quero o gosto e o sumo, melão maduro sapoti juá...jabuticaba teu olhar noturno...”
E estou chegando à conclusão que os homens fazem mesmo essa associação ainda que inconscientemente.
Helena, 33 anos, se vê hoje no seu ápice de sua beleza, ainda que não tenha mais as medidas enxutas nem a firmeza de uma garotinha, aprendeu a valorizar o que tem de belo e disfarçar o que não é um ponto forte.
Não precisa mais de roupas curtas, colantes e decotadas para ser notada, descobriu que pode ser sexy sem ser vulgar.
Aprendeu a lidar com sua sexualidade e quebrar todos os tabus, conhece seu corpo perfeitamente e seu prazer hoje lhe pertence, sabe gozar independente do homem que esteja em sua companhia. Não entrega mais “medalhas”, nem seu coração aos homens por lhe proporcionar um orgasmo, já que eles sempre dependem dela mesma acima de tudo.
Helena amadureceu muito nos últimos anos, se descobriu mais forte do que imaginava e muito mais interessante do que supunha.
Tem uma profissão, trabalha com o que gosta e porque gosta, escolheu assim ao invés de se vender para ganhar , fazendo o que não lhe dá prazer ainda que na sua área.
Helena está na idade onde ainda é permitido ser moleca sem parecer ridícula ou mulherão sem forçar a barra...
Ainda trás consigo sonhos de adolescente, mas já possui a sabedoria da maturidade.
Enfim, Helena está no meio do caminho....e se fosse uma fruta diria que está no ponto, madura, pronta para ser colhida e saboreada
Não à toa ultimamente homens de todas as idades elogiam sua personalidade, ouviu de muitas pessoas que ela é uma mulher muito bem resolvida...e talvez realmente seja, depois de 12 anos de terapia, muitos erros e acertos. O que a difere da grande maioria é que Helena vai a fundo em tudo que se propõe, então vivencia todos os benefícios, dores e aprendizados que cada experiência trouxe em sua vida.
E ela sabe seu valor, sabe que não é em todas as esquinas que se acha uma mulher como ela, uma mulher que foge dos padrões e ao mesmo tempo supera as expectativas
Mas Helena não quer qualquer um, não quer um amor vagabundo que lhe tape o buraco sentimental temporariamente, ela quer um homem que saiba apreciar todas suas nuances e superlativos, que consiga compreender e admirar toda sua complexa simplicidade. Ela quer “O AMOR” porque sabe que este é seu melhor momento, porque sabe que é capaz hoje de ser feliz e aguentar o peso da felicidade, porque ser feliz é para poucos, dá trabalho e requer muita manutenção, porque sabe que vai valorizar e não vai deixar escapar por não ter percepção de compreender o que tem nas mãos, porque não tem medo e não tem nada a perder e principalmente porque aprendeu a não se abandonar.
Mas poucos homens estão preparados para Helena neste momento tão especial de sua vida, a parte boa é que ao contrário do que lhe acontecia há anos atrás hoje os homens a acham tão bacana que não a enganam, são sinceros em suas intenções com ela.
Tal qual fruta madura, Helena teme que o tempo passe e que ela própria passe do ponto, porque os homens de 40 querem as mulheres com menos de 30, e os de 20 querem qualquer mulher que lhes dê sexo e nada mais.
O mundo muda, evolui, mas algumas coisas ainda continuam impregnadas de forma velada, mulher fica velha, fica passada, enquanto um homem fica coroa...charmoso...as menininhas de 20 querem um homem de 40, muitas na busca inconsciente da substituição paterna, ou consciente pela segurança financeira que este homem pode lhe proporcionar. Não tão longe dos moldes de relacionamentos da época do império, onde meninas que mal tinham seus corpos formados casavam-se com homens de idade iguais ou superior ao de seus pais.
Helena já ouviu que alguns homens, que eles fogem de sua faixa etária simplesmente pelo fator de que o relógio biológico pulsa para que ela seja mãe e de fato ela quer isso pra si, ser mãe para ela é mais que um sonho, é um fato que só não tem data definida ainda, que irá acontecer independente de ter ou não um homem, um marido.
Me pergunto quantas Helenas deve existir por aí, prontas, tendo clareza de seu próprio valor e tendo de lidar com a insegurança e infantilidade masculina.
Porque para ser ter uma Helena há de ser mais que um príncipe, Helenas não querem um príncipe, porque sabem que não existem, Helenas querem homens de verdade…querem homens despidos de preconceitos, homens seguros de si, que não tenham medo de mulher com opinião própria, de mulher com bagagem de vida, de mulher que talvez saiba mais de sexo que ele, de mulher que quer sexo pelo seu próprio prazer e o quer muito, de mulher de não tenha vergonha de ser quem é, que não usa mascaras, que não aceita um amor medíocre, que não se assuste com toda intensidade dessas mulheres que podem por si só serem sim felizes sozinhas, mas que escolhem querer um amor para compartilhar de si.
Helenas não se contentam com homens que as complete...porque já o são...querem homens que as transbordem.
E meu amigo, se você for esse homem, tenho uma boa notícia para você, terás ao seu lado mais que uma mulher, terás uma companheira de vida..., de vida sexual, de vida sentimental, de vida familiar, de vida financeira, de vida... para toda vida!

8 de jun de 2010

Foda-se seu dinheiro!!!! - O quanto uma conta bancária pode influenciar no caráter de alguém...

Eu queria entender porque as pessoas abastadas (na grande maioria) se utilizam do poder que o dinheiro lhes dá para tirar vantagem em cima de tudo e qualquer pessoa.

Não sei se infeliz ou felizmente eu trabalho diretamente com uma pessoa podre de rica que já fez parte da nata da sociedade paulistana nas colunas sociais e que construiu um império conhecido nacionalmente.

Atualmente esta família já não consta mais nestas mesmas colunas devido ao repasse desse império que foi vendido.Foram-se a fama e o glamour e ficou o dinheiro.

Minha posição me permite não só acompanhar a vida da pessoa para qual trabalho diretamente, como também do restante da família e isso me faz ter uma visão muito clara do quanto o ser humano é corrompido pelo dinheiro, me causado náuseas e ataques nervosos que um dia me levarão certamente à uma gastrite.

A sociedade em geral já na se lembra mais de quem eles foram, porém esta família continua a querer que respeitem seu sobrenome por algo que um dia foram à anos atrás, é como um ex-ator que não atua mais e que não aceita que caiu no anonimato e que usa um papel importante que teve numa novela famosa da qual ninguém se lembra mais para tirar vantagens sobre varias coisas.

Como por exemplo não querer pegar a fila de um banco porque afinal de contas ele é o fulano de tal que fez o papel “X” na novela “Y” em 1982....

Mas essa questão do ego não é a que mais me incomoda, de querer impor um reconhecimento já esquecido.O que me irrita, enoja e angustia é a forma como eles sempre tentam tirar vantagem sobre os mais fracos.Talvez eu tenha um “Q” de Madre Teresa, mas o fato é que não admito e não suporto ver ninguém, mesmo que seja um mero desconhecido,ser humilhado ou passado para trás.(Inclusive já fui demitida de várias empresas por brigar por benefícios ou por defender coisas que nem me diziam respeito só por não conseguir conviver com tamanha injustiça)

Vou descrever abaixo algumas situações das quais eu pude ver tudo isso acontecer debaixo do meu nariz:

Foi me pedido certa vez para fazer uma compra de 15mts de tecido da marca “X” que vende em uma loja chique de São Paulo, porém minha chefe fez eu descobrir a tecelagem que produzia o tal tecido para fazer uma compra direta.O fabricante me informou gentilmente que não poderia fazer a venda direta de simples 15mts de tecido afinal ele é o fabricante! (e eu que passo o carão!)
Mesmo possuindo CNPJ para a compra era necessário um pedido mínimo, que significava comprar o rolo inteiro do tecido com muitos e muitos metros e ainda riu de mim ao ver minha insistência em adquirir apenas 15mts direto de uma fábrica.

Minha chefe revoltadíssima (alguém pelo amor de Deus dá um simancol nela), me indagou como a empresa ousa a não querer vender para ela diretamente!?!Afinal ela é Maria Chochochovisks (nome e sobrenome óbvia e ridiculamente inventados por mim para preservar meu emprego muito mais do que para preservar a figura em questão).

Observação mental enquanto minha chefe soltava suas penas ao telefone: Perai...gente...ela não se toca???O cara vende pra lojas, não pra consumidor final.Ele nem sabe quem é Maria Chochochovisks....e mesmo que soubesse o que ela é melhor que o resto da população que lhe dá direitos e vantagens que as outras pessoas não tem??????

E essa não foi a única vez que eu tive que pagar esse mico, ela já tentou comprar tinta, eletrodomésticos, panelas, computadores e uma infinidade de coisas direto do fabricante (que muitas vezes fica até em outro estado). E por incrível que pareça algumas vezes (não sei se pela chatisse ou se pelo sobrenome Chochochovisks) ela conseguiu.....

Uma outra pessoa da família (que abursamente acha que pode usar de meus serviços como se eu trabalhasse para ela) pediu que eu solicitasse a uma equipe que levasse pela escada e incendio (ou seja,no lombo) um recamier tamanho cama de casal para sua cobertura, só para ela poder visualizar se ia gostar do móvel em sua sala.Sendo que caso ela gostasse teria que descer novamente o móvel (no lombo) para mandar restaurá-lo e caso não gostasse também para leva-lo de volta ao depósito guarda-móveis.

Eu estapafúrdia com tal pedido indaguei para ver se entendi certo: Perai, você está me pedindo para que eu mande 2 homens subirem um móvel que pesa mais de 100 kilos por 11 andares, de graça, só porque você quer ver se ele vai ficar bonito na sua sala???Me desculpe mas eu não vou pedir isso, peça você!

Observação mental enquanto aquela pessoa me dizia tal barbaridade com cara de paisagem: Ow sua vaca do KCT! Porque você não enfia a mão no bolso e pelo menos oferece uma grana pra esses caras fazerem isso, ou você acha que eles são obrigados só porque você é a filha da Maria Chochochovisks????Mais ainda, já que você quer fazer isso só por um capricho seu, porque então não contrata uma empresa de içamento para fazer isso já que dinheiro não é problema pra você?Minha filha se toca!!!!

Outro caso, uma operadora de celular DEU aparelhos ao fazer um plano corporativo com a empresa que trabalho, apenas 3 meses depois a minha queria Maria Chochochovisks estava na praia com o celular dentro do bolso da saída de banho e entrou com ele debaixo de um chuveiro...ou seja ferrou com o aparelho.

Esse mulher infernizou minha vida me obrigando a passar horas e horas pendurada naquelas ligações telefônicas infindáveis para a operadora que deu o aparelho (Top de linha) exigindo um aparelho novo.É isso mesmo que você leu, ela enfia o aparelho debaixo d´água e ainda acha que a operadora é obrigada a dar um celular novo para ela.

Obervação mental enquanto eu ficava na fila de espera da operadora sendo feita de joguete de um atendente para o outro: Estou me sentindo ridícula fazendo isso...e se a operadora for imbecil suficiente para dar um aparelho novo, juro que enfio no rabo dela!

 
Esses são apenas pequenos exemplos das coisas mais absurdas que eu sou obrigada a conviver diariamente em anos e anos que trabalho com essas pessoas, fora os ataques de “piti” em filas diversas, ataque de estrelismo em restaurantes, humilhações disfarçadas de brincadeira que eles fazem com pessoas subordinadas, as tiradas de vantagem em cima de fornecedores, os presentes (ganhos de brinde em free shop) que venceram e eles distribuiem para os funcionarios, os chocolates esbranquiçados de tão velho que eles oferecem aos empregado e uma infinidade de barbaridades que eu levaria anos para relatar tudo.

Uma pessoa podre de rica tem necessidade de comprar as coisas direto do fabricante por conta do preço?Uma pessoa só porque julga o outro inferior tem direito de pedir favores absurdos sem querer pagar nada, só pra satisfazer um capricho?Tem necessidade de fazer escândalo com uma operadora de celular porque você mesmo quebrou um aparelho (e tem dinheiro pra comprar outro) mas acha que a operadora é obrigada a pagar pela sua burrice???

NÃAAAAAAAAAAAAAOOOOOO!!!!

Muitas das coisas eu sou obrigada a fazer (mesmo as mais ridículas) porque sou paga para isso, porém eu tenho meu limite e cota diária de idiotice e não faço por dinheiro nenhum coisas que não me afetam, mas atingem meus princípios e meu respeito pelo próximo.

É inaceitável para mim engolir esse coquetel indigesto de egocentrismo, sadismo e exibicionismo.O que as pessoas influentes, ou famosas, ou de sobrenome tradicional tem de direitos a mais do que eu, do que você?Perante a lei, nenhum direito a mais, porém na sociedade corrompida e corrupta eles podem desfrutar de todos os benefícios e vantagens ainda que nem precisem deles.E isso me embrulha o estômago!

Porque são essas mesmas pessoas que boquiabertas acusam seus funcionários por diversos atos que eles próprios cometem diariamente, condenando-os à marginais e à outros nomes indagam como se fossem pobres presas indefesas sobre a moralidade e o caráter alheio.

E eu disso isso com propriedade para dizer, pois não só com esta família eu tenho contato direto, mas como diversas outras (conhecidas ou não) que são amigos ou clientes dos Chochochovisks....e posso ver de perto os absurdos que o dinheiro permite a eles cometerem.

Minha indignação, minha raiva e meu profundo desprezo a esse monte de gente que um dia vai parar 7 palmos debaixo da terra e se decompor tanto quanto qualquer outra pessoa com dinheiro ou não.

Ah..... e jamais ouse a escrever ou pronunciar o sobrenome Chochochovisks (ou qualquer outro dos amigos deles) de forma errada....senão é capaz de mandarem prender o sujeito só porque o coitado(a) faltou na aula de técnicas avançada para se ler e escrever corretamente sobrenomes estrangeiros!

Infelizmente esses sentimentos que eu nutro não os fazem mudar nem tão pouco refletir (até porque eu não posso cuspir minhas observações mentais à eles), só fazem mal a mim mesma e a minha gastrite prestes à virar uma úlcera.

E ainda e capaz de numa crise de  ulcera eu ser obrigada a ouvir que pobre adora fazer corpo mole para enrolar no trabalho!!! (vou ali tomar uma magnésia bisurada antes que meu sulco gástrico corroa meu estômago de ódio!)

18 de mai de 2010

Sobre principes, contos de fadas, casamentos (e todas as mentiras que te contaram!)


Bom, esse assunto me veio à cabeça por diversas vezes, mas começou a martelar mais quando minha sobrinha de 4 anos estava assistindo um desenho da Barbie Mosqueteira onde a Barbie salvava o boiola do príncipe no final (isso é um absurdo...além de tudo agora temos que salvar os homens???)


Depois uma amiga minha veio me pedindo ajuda para bolar uma festa das princesas para a filha dela de 5 anos , nesse ponto a coisa já tava na garganta já querendo sair...aí eu vi um vídeo de um casamento de uma conhecida de uma conhecida (ou seja ninguém que eu conheça) onde a cerimônia se realizava num buffet temático que imita um castelo.A noiva está no altar vestida de princesa e o noivo chega montado no melhor estilo conto de fadas num cavalo branco em traje de gala.

Aí foi demais pra mim...tive que abrir os trabalhos desse blog vomitando este texto, o bolo na garganta tinha que ser expulso antes que eu sufocasse!

Alguém por favor pode fazer alguma coisa e tentar salvar às próximas gerações de meninas????

Deveria ser proibido qualquer tipo de comercialização de filmes ,desenhos e quaisquer artigos de princesas e seu lindos príncipes.Sim, porque tudo isso é mentira...uma grande mentira!Que faz nós mulheres, de 15,20,30 sonharem com esse príncipe que nunca vai chegar.

Ta certo eu sei que ele jamais viria no cavalo branco...estamos no século XXI (mas se viesse num importadão branco seria bem bom também...rsrsrs); sei que ele não seria perfeito esteticamente como nos filmes; também sei que ele não seria um nobre rico que me cobriria de jóias...mas passei a vida toda acreditando que mesmo com as adaptações para a vida real ele viria.

Eu e 90% das mulheres, porque mesmo as que não confessam já sonharam com seus príncipes tantas e tantas vezes.Se não fosse assim, não existiriam tantos casamentos pipocando por aí...porque mais do que ganhar as bênçãos do padre, a cerimônia do casamento nada mais é do que tornar real por um dia seu próprio conto de fadas.

Porque se não fosse por isso me diga quem seria louco de gastar uma média de 45mil reais num casamento??? Se não fosse o sonho de ser a princesa do seu próprio livro por um dia???

E eu fui vítima desse mercado impiedoso que me incentivou a crer nos príncipes e finais felizes e eu gostaria de poder processar esse indústria e adicionar minha mãe como culpada nesse processo.

Sim,porque ela como mãe tinha obrigação de me contar a verdade e não ficar me tapeando!(afinal de contas nessa altura do campeonato, meu pai já tinha virado sapo)

Hoje,sou aquele tipo que chora em casamento de pessoas que mal conheço, e não é porque eu to achando lindo tudo aquilo não....afinal eu mal sei se o casal se ama de verdade,é porque mulher é bicho invejoso mesmo....e a gente chora em casamento é porque fica só pensando como a vida é injusta de não ter te proporcionado seu próprio conto de fadas.

Antes que me apedrejem, digo isso, em casos de casamentos de pessoas que não são intimas nossa, diferente do choro que temos ao ver alguém que realmente amamos casando.

Bem o fato é que somos todas mulheres modernas, liberais...algumas vanguardistas outras nem tanto mas que no fundo nutrem o antigo sonho de ser encontrada pelo seu príncipe encantado e vagamos por aí fingindo que não damos a menor importância para isso, mas a cada novo relacionamento estamos nós no silêncio de nosso intimo a nos perguntarmos se dessa vez a busca acabou.

Analisando friamente o vídeo do casamento temático, utilizando de meus padrões estéticos eu diria que é brega mas a menina dentro de mim encantada grita ao fundo que é liiiiiiindo. (aquela menina que foi enganada!)

E o que é o amor senão o mais nobre, mas também o mais brega dos sentimentos????

E eu estou pensando seriamente em dar um curso intensivo às crianças que irão participar do aniversario da filha da minha amiga e dizer-lhes de uma vez por todas a verdade que seus príncipes jamais viram de cavalo branco (se é que um dia eles virão), que um dia elas deixaram de sonhar com isso e acreditarão que essa historinha não passa de bobagem e nesse momento serão surpreendidas pelos olhos mais lindos que já viram e imediatamente já se imaginarão novamente à beira do altar, mas que este lindo par de olhos tem grandes chances de não querer ser seu príncipe ainda que você tenha certeza que ele o é, dizer à elas que o príncipe provavelmente irá escolher alguma mulher que tenha cara de donzela para se casar com ele mesmo que ele seja um perverso e adore as putarias que vocês dois façam na cama...afinal uma perversa na cama não pode ser princesa jamais.(consegue imaginar a Bela adormecida dando uma???)

Imagina....princesas não trepam...fazem amor ora, ora!!!

Se você não for magra e não tiver uma pele de pêssego suas chances também diminuem razoavelmente,e viram quase nulas se você tiver um histórico amoroso-sexual vasto e seu candidato a príncipe souber dele.

O negócio é que com um mundo tão liberal e libertino este sonho ainda permanece e os padrões que levam homens e mulheres a se encaixar neles também.

Eu na minha tenra adolescência dizia que quando eu casasse ao abrirem as portas da igreja quando eu visse meu amor à espera de mim no altar eu teria que sentir que aquele era o amor da minha vida porque senão eu seria capaz de sair correndo, e eu me pergunto será que todas as noivas ao verem seus futuros maridos no altar sentem isso?Bom, se não sentem pelo menos seguem majestosas (ou não) pelo seu tapete vermelho rumo ao seu noivo para viverem seu grande dia.Porque afinal naquele momento não importa quanto tempo aquele príncipe vai demorar a virar um sapo, o importante é que você é a princesa e todos estão ali só para te ver.

Eu espero sinceramente que as gerações futuras queimem os livros de contos de fadas em defesa geral da sanidade de da felicidade de todas as meninas que um dia se tornarão mulheres.

Eu poria fogo em praça pública, quem sabe assim junto com os livros não queimassem também todas as insanas bobagens que povoam meu coração e eu finalmente mandasse o príncipe inexistente que nunca vai chegar pra PUTA QUE PARIU!!!!